Noticias

Todo o Dinheiro do Mundo | Refilmagem de Christopher Plummer durou 9 dias

Todo o Dinheiro do Mundo

 

Depois de inúmeras acusações de abuso sexual contra Kevin Spacey, o diretor Ridley Scott anunciou que o ator seria cortado da produção de Todo o Dinheiro do Mundo e o personagem de J. Paul Getty seria agora interpretado por Christopher Plummer, sendo necessária a refilmagem de todas as suas partes.

Segundo o ScreenRant, as gravações de Kevin Spacey duraram dez dias ao todo e logo após as polêmicas do ator, Ridley Scott não demorou para substituí-lo em seu filme — sendo nem avisar Spacey.

O diretor acabou revelando para a Hollywood Reporter que Plummer sempre foi sua primeira opção e ainda frisou que Spacey só participou do filme inicialmente porque o estúdio exigia alguém com mais “nome”.
Dada a notícia da refilmagem, ela teve início no dia 20 de novembro e exigia que outros atores como Michelle Williams e Mark Wahlberg retornassem ao set — que acabaram não cobrando nada para regravar suas partes.

Além de ter que trazer o elenco de volta, a equipe técnica teve que voltar a fazer edições, o que custou um prejuízo de dez milhões de dólares ao estúdio.

Para a regravação foi utilizado efeitos especiais em apenas uma cena que tinha sido originalmente gravada na cidade de Jordan, em Minnesota, e voltar para a locação naquela altura era algo inviável.

Em termos da personificação do personagem, ao contrário de Spacey, Plummer não precisou de tanta maquiagem — apenas uma peruca e mudar suas orelhas de lugar era o bastante.

No fim, toda a refilmagem com Christopher Plummer durou nove dias, um a menos do que quando gravaram com Spacey. Apesar da pressão pelo tempo, o ator conta que não pareceu ser uma refilmagem apressada, graças aos esforços de Ridley Scott.

Todo o Dinheiro do Mundo foi lançado no dia 25 de dezembro de 2017, nos EUA. No Brasil, a previsão de estreia é para 18 de janeiro de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *